Retro Games Revival: Kung Fu Master

12 de out de 2013

Kung Fu Master

Kung Fu Master
No Japão ele foi lançado como Spartan X. No ocidente, a Data East disseminou o jogo com o nome de Kung Fu Master.

Alguém discorda que o Kung Fu Master é o embrião dos beat'em'up

Cedo ou tarde o beat'em'up aconteceria, o rumo das coisas desembocaria no estilo tal qual conhecemos hoje, por algum outro jogo (ou através de dois, três ou até mesmo, através de vários jogos precursores), mas o fato é que, em dezembro de 1984 a Irem lançou esse marcante jogo. E agora, ele é parte importante na história dos games.

O Enrendo
Thomas - o herói do jogo - e sua namorada Sylvia de repente estão emboscados por um grupo de assaltantes desconhecidos e, Sylvia é seqüestrada. Thomas recebe um pedido de resgate do misterioso 'X' informando-o que Sylvia está cativa no Templo do Diabo.

Thomas deve chutar e socar inimigos aos montes através dos cinco andares do templo para chegar a Sylvia e resgatá-la. Um guardião temível aguarda o jogador no final de cada andar. Cada um deles deve ser derrotado antes que Thomas possa continuar seu progresso através do templo.

 

Piso 01
Ao adentrar no Templo do Diabo, Thomas será recebido (pela esquerda e pela direita) pelos lutadores de menor patente do templo. Eles atacam em grupos.

O lançador de facas aparece vez por outra para dificultar a vida do herói. 

Perto da escada, o primeiro dos cinco filhos do diabo (o raivoso de bastão) enfrenta Thomas.


 

Piso 02
Thomas toma contato com a magia negra. Jarros  - com cobras, com dragões - e bolas mortíferas espatifam-se e espalham a morte se o lutador não for rápido  em neutraliza-los.

Depois, o mesmo lutadores enfrentados no piso 01 aparecem junto com outro grupo de lutadores, os baixinhos acrobatas.

O boss agora é um cara que lança laminas como as de uma pequena foice sem cabo, e que tem o efeito  de boomerang.


 













Piso 03
Após uma tela animada de transição onde o Thomas é psicologicamente perturbado (ou estimulado?) com os pedidos de socorro de Sylvia, uma fase com os mesmos inimigos do piso 01, somando com a gangue dos baixinhos começa. 

O terceiro boss é um gigante afro que se garante só no tamanho e nos músculos.





Piso 04
Aqui, algo como abelhas gigantes  - pela provável transmutação mágica - saem de pequenas aberturas quadradas nas paredes. 

Em seguida Thomas enfrenta os lutadores ordinários e os baixinhos.

O quarto boss parece ser o bruxo da gangue. Ele lança bolas de fogo que quando retornam, vem em forma de uma perigosa criatura alada. As vezes lança dragões e cobras. Também tem o poder de fazer Thomas paralisar... ligeiramente.

Depois, ele se "espelha" para desequilibrar a briga com o herói.   
 
Sem dúvida, é o mais complexo de todos os guardiões (ou dos filhos do diabo).








Piso 05
Mais uma vez Thomas enfrentará os lutadores da primeira linha de frente, os lançadores de facas e os  baixinhos acrobatas.

O boss aqui é um lutador forte e de estilo elegante. Como o herói, esse cara se vale apenas das suas habilidades de lutador. Ou seja, apenas pés e mãos estão valendo nessa ultima luta.



A festa do "meu amor, meu herói   dura pouco. Rapidamente Thomas já está no piso 01, agora, com um dragão no marcador, simbolizando um maior grau de dificuldade.










Conclusão 
Tudo nesse jogo contribui para o "vicio"! Tirando fato de não ser muito fácil. Aos menos para mim não é.
Bons gráficos, boa musica e efeitos, além de boa jogabilidade. Independente da importância histórica, Kung Fu Master é um senhor jogo. 
As versões  pipocaram por varios sistemas. Analisaremos os que pitarem pela frente, como na matéria  do Rally-X, porem, de forma dosada.

Até a próxima versão!

////Jogo.....: KUNG FU MASTER / SPARTAN X
////Release.: Irem  (1984)
////Sistema.: ARCADE
////Estilo....: Beat'em'up

Links e Referências:
Arcade History (Kung-Fu Master)
Arcade History (Spartan X)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...